Seu melhor sorriso

Foto
Ele me ligou. Disse para eu colocar aquele meu vestido rodado e meu salto alto preto. Que a gente ia sair, mas não podia dizer ainda onde era. Esse homem sabe me deixar ansiosa. Disse que as 20 horas me buscaria. Sabia que eu iria protestar no telefone, por isso logo disse que me amava e desligou.

Fiquei uns cinco minutos processando a ligação. Mandei mensagem no Whatsapp dele, mas sabia que não iria responder. Então comecei a arrumar. Tomei um banho quente. Estava em dúvida quanto a maquiagem. Não sabia onde iriamos, optei por uma mais natural, como de costume. Escovei os dentes. Coloquei o vestido e sentei-me no sofá para calçar as sandálias. Ele tinha bom gosto, pensei ao lembrar de quando a compramos.

Faltava quinze minutos para as 20 horas. Estava inquieta e ansiosa, mas continuei no sofá. Mandei apenas uma mensagem dizendo que estava pronta e esperei. Exatamente no horário marcado ele estava lá. Com seu melhor sorriso no rosto. Veio até mim, beijou primeiro minha testa e depois meus lábios, como de costume. Abriu a porta para eu entrar no carro.

Perguntei para onde iriamos. Ele continuou fazendo mistério. Deixei que ele guiasse o caminho e não fiz mais perguntas. Começamos a cantar as músicas que passavam no som do carro. Ele ria da minha pronuncia toda errada do inglês, mas eu nem ligava. Queria vê-lo sorrindo.

Ele estacionou o carro e quando olhei pela janela, estávamos em frente ao um dos melhores restaurantes da cidade. Olhei para ele assustada querendo entender tudo isso. Ele apenas disse para eu aproveitar nossa noite.

Desde que começamos a namorar ele sempre quis me levar a um bom restaurante. Confesso que nunca me importei com isso. Mesmo. Não me importava se a gente comia comida esquentada do almoço ou um sanduíche da esquina de casa. Eu apenas queria estar ao lado dele e compartilhar bons momentos. Independente do lugar, o que fazia ser especial era estarmos juntos. Mas eu sentia que ele tinha vontade de fazer isso por nós.

Ficamos por horas lá. Fizemos os pedidos e claro, o vinho não podia faltar. Em um momento, depois de uma risada, ele segurou minha mão, olhou nos meus olhos e disse que estava realizando um dos sonhos dele para a gente. Eu sussurrei um obrigada seguido de um sorriso enorme no rosto.

Dali paramos num parque. Nos deitamos na grama um pouco úmida do sereno. Olhamos para as estrelas. Eu segurava sua mão suavemente, mas ao mesmo tempo com uma força inabalável. E mais uma vez eu tive certeza. Não importava onde estivéssemos, em um lugar mais chique ou mais simples, desde que estivéssemos juntos, seria os melhores momentos da minha vida.

You Might Also Like

0 comentários